(67) 3326 - 6081

Fundamental I


Guias de Orientação

Guia de Orientação 1ª série


 

 

 

GUIA DE ORIENTAÇÕES

1ª SÉRIE - ENSINO FUNDAMENTAL I

2017

 

         Senhores pais e responsáveis,

 

A Escola Máxima tem como missão e compromisso com seus alunos a construção do conhecimento e de valores éticos, formando cidadãos capazes de sonhar, criar e realizar.

         Preparamos este guia de orientações a fim de esclarecermos e auxiliarmos pais e responsáveis sobre a organização de nossa instituição, levando ao conhecimento as regras da boa convivência em grupo, que definem a postura de estudante para nossos alunos.

         Acreditamos que o comprometimento de todos garante resultados produtivos e sucesso.

 

DIREÇÃO:

Marlene Sguissardi da Rosa

Sirlene Sguissardi da Rosa Muellas

Cleuse Marlei S. da Roza Calves

 

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA:

Adriana B. de Barros – períodos matutino/vespertino

Juliana Ferreira Cabral – período matutino

Rafaelli Meyer Calves – período vespertino

 

PSICOLOGIA ESCOLAR:

Thaiany  da Rosa Muellas Medeiros  

Raquel Martinez Cordeiro de Souza

 

 

I – HORÁRIOS: ENTRADA E SAÍDA DA ESCOLA

  Entrada:

         Matutino: 7 horas.

         Vespertino: 13 horas.

         A tolerância, na entrada, para assistir às aulas é de quinze minutos, ou seja, até as 7 horas e 15 minutos/ 13 horas e 15 minutos. Após esses horários, o aluno não mais poderá entrar para  assistir às aulas.

 

- Saída:

       Matutino: 11h30 ou 11h50.

       Vespertino: 17h30 ou 17h50.

       O horário de saída dos alunos varia conforme o cronograma de aulas.

 

II- ASSIDUIDADE

 

- Verifique o calendário escolar, em sua agenda, para evitar faltas. O aluno deverá ter 75% de presença em aulas, conforme o calendário escolar de 200 dias letivos.

- Em caso de doença, o aluno deverá apresentar atestado médico, o qual não abona as faltas, apenas as justifica.

 

Observação: As viagens familiares que ocorrerem durante o período letivo ocasionarão faltas lançadas no boletim, além, perde-se o conteúdo apresentado nas aulas às quais não se compareceu. A reposição do conteúdo e das atividades é de responsabilidade da família.

 

III – UNIFORME

         

       O uso do uniforme é obrigatório, diariamente, inclusive nas aulas de reforço, natação e quando o aluno vier à escola para fazer provas de segunda chamada ou de recuperação.

É rigorosamente proibido o uso de shorts curtos na escola. Os alunos devem usar o seguinte uniforme:

 

-  Masculino: camiseta branca da escola, bermuda ou calça da escola ou jeans azul-marinho ou preta.

-  Feminino: camiseta branca da escola, bermuda (desde que não sejam shorts), a legging da escola, a legging preta ou calça jeans azul-marinho ou preta.

-  Educação Física: camiseta branca da escola, bermuda da escola, legging da escola ou legging preta e tênis.

-  Natação: * masculino: sunga e touca personalizada da escola.

                     * feminino: maiô e touca personalizada da escola.

 

Observações:

- Nos dias frios, o aluno poderá usar calça de moletom nas cores preta ou azul-marinho.

- Não há restrição para o tipo de calçado que os alunos podem utilizar na escola, mas pedimos aos senhores que as crianças usem sapatos confortáveis e seguros, evitando saltos, mesmo que pequenos, sapatos apertados, chinelos em dias frios, para que seus filhos fiquem à vontade e sintam-se bem.

- Aconselhamos que as crianças não usem joias ou qualquer outro objeto de valor, pois a escola não se responsabilizará por perdas ou danos.

 

 

IV – REGRAS GERAIS DA ESCOLA

 

- Conforme a Lei Estadual nº 2807, de 28/02/2004, é definitivamente proibido aos alunos o uso de aparelho de telefonia celular nas dependências da Escola (sala de aula, pátio, banheiro, quadra etc.).

-  Em caso de transgressão dessa lei pelo aluno, o celular será recolhido, entregue somente aos pais e o fato constará na ficha de ocorrência. Em caso de perda ou desaparecimento do aparelho, a escola não ressarcirá o dano.

-  Se a transgressão ocorrer novamente, o aluno será punido com advertência escrita.

-  Os alunos que precisarem sair durante o período de aula não poderão retornar à escola no mesmo período.

-  Quando houver necessidade do aluno atrasar-se para consultas ou exames médicos, só será liberada a entrada até as 8 horas (matutino) e 14 horas (vespertino) e sob apresentação de atestado médico.

- Quando houver necessidade de comunicar à professora mal-estar ou doença de alunos, os responsáveis devem procurar a Coordenação.

 

É rigorosamente proibido ao aluno:

-  sair da sala sem autorização do professor;

-  assistir à aula em outra turma e/ ou série;

-  conversar de modo que, atrapalha o bom andamento das aulas;

-  realizar atividades inadequadas ao ambiente escolar;

-  praticar qualquer tipo de comércio (vendas);

-  faltar com o respeito devido aos funcionários da escola e aos colegas;

-  trazer instrumentos musicais, a não ser em ocasiões especiais, com o consentimento da coordenação;

-  trazer amigos, primos, irmãos para assistirem às aulas e às atividades esportivas, ou a qualquer outro evento na escola.

-  gravar imagens ou sons e fotografar outros alunos, professores ou a equipe pedagógica, em atividades, brincadeiras em sala, no pátio, nos banheiros ou em quaisquer outros locais na escola. Se forem registrados áudios ou imagens sem autorização da direção da escola, o aluno será advertido;

-  rabiscar ou escrever em mesas, cadeiras, portas, janelas e paredes; também é proibido sentar-se sobre as mesas dos alunos ou do professor;

-  malversar ou estragar objetos do ambiente escolar;

-  trazer para a escola livros, impressos, gravuras ou escritos considerados inadequados ao ambiente escolar, e também armas, objetos cortantes, fogos de artifício e outros que ofereçam perigo;

-  trazer para a escola câmeras digitais, ipod, smartphone, iphone e outros aparelhos eletrônicos;

-  assistir às apresentações para o dia das mães, dos pais e das crianças da Educação  Infantil (mesmo de seus irmãos , parentes ou próximos).

-  utilizar-se de atos agressivos físicos ou verbais, apelidos pejorativos, ameaças, ofensas, difamação, intimidação e brincadeiras que possam constranger e humilhar, causando dor e angústia para algum colega, caracterizando bullying escolar ou cyberbullying, (quando utilizado o espaço virtual para esse fim).

-  trazer brinquedos para a escola, a não ser em ocasiões especiais, como no dia do brinquedo.

-  presentear colegas da turma sem o consentimento da Coordenação.

 

Importante:

          A escola não se responsabilizará por perdas ou danos de objetos de valor.

 

V – MEDIDAS SÓCIOEDUCATIVAS

 

        Os alunos que cometerem faltas disciplinares desobedecendo às regras e ao estabelecido neste manual, poderão receber as seguintes sanções:

I  – advertência verbal e/ou escrita;

II – suspensão de até 03 (três) dias letivos consecutivos;

                III – dependendo da gravidade do ato e/ou da má conduta do aluno, ele poderá receber suspensão direta, mesmo que não tenha nenhuma advertência anterior.

 

Obs.: Toda e qualquer penalidade será comunicada aos pais ou responsáveis.

 

VI – SALA DE AULA

 

-   A professora tem autonomia para definir lugares fixos para os alunos, se forem necessários.

-      O aluno deverá trazer, diariamente, todo o seu material escolar (pasta com a tarefa, estojo completo – lápis, borracha, apontador e marca-texto). O aluno que comparece sem material ou que com frequência o esquece tem sua participação e sua aprendizagem prejudicadas, muitas vezes, acaba também prejudicando o bom andamento de uma aula.

-      Se o aluno não trouxer algum material, o professor tentará resolver a situação. Se acontecer novamente, o responsável será comunicado.

-   As mochilas deverão ficar no estacionamento de mochilas, organizadamente.

  -   Os alunos só poderão ir ao banheiro ou beber água autorizados pela professora.

-   É dever do aluno cumprir a rotina de sala, participar das aulas, realizando atividades de folha e/ou caderno, de maneira organizada e caprichada.

-      É permitido o uso de boné, desde que este acessório não atrapalhe a visão do aluno em sala de aula.

-   Os materiais de uso pessoal do aluno (lápis, borracha, apontador) são de sua responsabilidade, ele deve zelar por seus pertences pessoais.

-   Os usos de materiais coletivos (cola, tesoura, papéis, lápis de cor, canetinhas, giz de cera, fita crepe...) serão organizados pelo professor, em sala de aula; devem ser usados com economia para garantir-se a utilização por todos.

-   Os conflitos que ocorrerem em sala de aula serão resolvidos em primeira instância com o professor; caso haja necessidade, o professor encaminhará à coordenação e se não houver solução, a situação será tratada pela direção.

-   Ao longo do ano, o aluno receberá cronogramas, bilhetes, informativos, folhas de tarefas e atividades de sala de aula xerocopiadas nas diferentes disciplinas ficando preestabelecido que, uma vez entregue, se o aluno perder este material, a escola não será responsável por providenciar nova cópia.

 

VII – ATIVIDADE DE LEITURA

 

RODA DE LEITURA:

-  A roda de leitura tem como principal objetivo desenvolver o prazer e o hábito da leitura. As rodas são semanais. O aluno escolherá livremente ou mediado da professora um livro que levará para casa e o título de sua leitura será anotado na ficha do aluno.

-  Desenvolve-se um trabalho de conscientização, junto ao grupo, da necessidade de prestar-se zelo e responsabilidade para com o livro e entregá-lo no dia combinado, para que todos tenham acesso a todos os volumes de nossa biblioteca.

-  Em caso de perda ou dano, o aluno será responsável por substituir o volume perdido ou danificado por outro igual.

LEITURA COMPARTILHADA

-  Leitura feita em sala, pelos alunos e a professora, no primeiro e no segundo semestres. Lê-se um volume previamente selecionado.

 

VIII – TAREFAS

 

-  O aluno receberá tarefas diariamente, e é seu compromisso apresentá-las no dia seguinte.

-  Caso não faça as tarefas, caso esqueça o material, faça tarefas de modo incompleto, sem pintura ou malfeitas, o professor anotará em sua pauta e o aluno deverá trazê-las refeitas no dia seguinte.

-  Não é permitido que se façam tarefas ao fim da aula ou enquanto se aguarda para ir embora.

-  Sempre quando o aluno deixar de fazer tarefas ou de trazer o livro da Roda de Leitura, este episódio será registrado em sua agenda, e o registro deve ser assinado por seus pais ou responsáveis, apresentado ao professor, então,  no dia seguinte.

-  A correção da tarefa é feita de forma individual (entre professor e cada aluno), para que sejam conhecidas as dificuldades e resolvidas as dúvidas apontadas em sua execução.

 

Importante:

            Os pais ou responsáveis serão comunicados por telefone sobre o não cumprimento dos deveres de estudante de seus filhos. É necessário que os responsáveis acompanhem e cobrem compromisso aos alunos para com as tarefas, diariamente (esta é uma função da família).

 

IX – AULAS DE REFORÇO

        

        A fim de melhorar a aprendizagem dos alunos, a escola oferece aulas de reforço nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, sem custo adicional, no horário oposto ao das aulas regulares.

        É de responsabilidade dos pais que o aluno esteja presente nas aulas e evite faltas. Caso o aluno falte por três vezes consecutivas, sem justifica-las, perderá o direito à sua vaga.

        Para participar das aulas é necessário que o aluno esteja devidamente uniformizado e que respeite os horários de entrada e saída. 

 

X – AGENDA

       É um meio de comunicação entre a escola e a família. Ao longo do ano, o aluno receberá cronogramas, bilhetes e informativos que serão colados na agenda e que deverão ser assinados pelos responsáveis, então, devolvidos para a escola, ou seja, as agendas permanecerão na escola, para que estejam disponíveis e à mão sempre quando novos recados tiverem de ser anexados.

 

XI – RECREIO

-   Os alunos deverão trazer seus lanches de casa e seguindo as direções informadas ao fim deste guia de orientações.

-  É definitivamente proibida, aos alunos da 1ª série, a compra de qualquer tipo de lanche na cantina da escola.

-  Não é permitido jogar lixo (restos de lanches, papel, guardanapo, etc.) pelo chão.

-   O aluno terá 15 minutos para lanchar e outros 15 minutos para brincar.

-  Ao preparar a lancheira das crianças, lembre-se de pôr uma toalha pequena e identificada com o nome do aluno.

-  O lanche é feito nos seguintes horários:

                          matutino: 9 horas às 9h30;

                          vespertino: 15 horas às 15h30.

 

Importante:

-   Nos minutos de recreio, o aluno deverá lanchar e reservar um tempo para ir ao banheiro e beber água.

-   São 15 minutos para lanchar e outros 15 minutos para brincar.

-   Terminado o horário do recreio, o aluno deverá acompanhar a professora e a turma organizadamente e com disciplina, até a sala de aula.

 

XII – PROCESSO AVALIATIVO

 

    O aluno será avaliado de acordo com a disciplina, considerando-se:

-  a postura de estudante (caderno, tarefa, participação, autonomia e comportamento);

-  as provas bimestrais.

 

- Somatória das notas das provas do bimestre e da nota da postura.

- 20% postura: (de 0 a 10)

   caderno   +    tarefa     +    participação     +     autonomia    +    comportamento = 10,0

    3,0                3,0                     1,0                           1,0                              2,0

 

 

-  80% prova: (de 0 a 10)

        Postura x 20% + Prova x 80% = nota final do bimestre

 

 

XIII - PROVAS

 

-  Antes do dia da prova bimestral, o aluno receberá, na antecedência de uma semana, um roteiro de estudo com a relação dos conteúdos e dicas sobre como estudar.

-  As provas são bimestrais e serão aplicadas de acordo com o cronograma elaborado pela coordenação, entregue previamente aos alunos.

-  O aluno terá uma hora e trinta minutos para responder as provas. Caso não consiga completá-las nesse tempo, será encaminhado à Coordenação para concluí-las sob a orientação da coordenadora.

-  Caso o aluno falte no dia da prova, por doença ou qualquer outro motivo, os pais deverão avisar à Coordenação, pois será aplicada a prova de segunda chamada. Não antecipamos provas.

-  A prova de 2ª chamada é aplicada no período oposto àquele que o aluno estuda regularmente, com data e hora marcadas pela Coordenação, em cronograma fixo enviado antecipadamente.

-  O aluno que não apresentar atestado médico justificando sua falta deverá pagar a taxa de R$ 45,00 (quarenta e cinco reais), na recepção da escola, por prova realizada. Portanto, não será aplicada prova sem o pagamento da taxa ou apresentação do atestado.

- Caso o aluno não compareça à prova de 2ª chamada, ele perde o direito de fazer outra prova, salvo se estiver doente e apresentar novo atestado médico.

 

 

XIV – PROVA DE RECUPERAÇÃO

-  A média anual são 7,0 (sete) pontos e o aluno que não alcançar esta nota, por bimestre, em cada disciplina, terá o direito de participar da aula de recuperação semestral e de fazer uma nova prova, sobre o conteúdo programático do semestre.

- Na prova de recuperação, mesmo que o aluno tire nota acima de 8,0 (oito), só poderá ser considerada a média 8,0 (oito). Caso a nota da prova de recuperação seja inferior à média anterior, o aluno ficará com sua maior nota.

 

Importante:

Caso o aluno não compareça à prova de recuperação, será mantida a média do bimestre (menor que 7,0 – sete).

 

XV – EXAME FINAL

 

-  Ao fim dos quatro bimestres, o aluno deverá alcançar o total de 28 (vinte e oito) pontos por disciplina. Se o total de pontos não for alcançado, ele terá o direito de fazer o Exame Final.

-  A média para o Exame Final são 6,0 (seis) pontos, obedecendo à seguinte fórmula: 

 

       Média anual x 3 + nota da prova de exame x 2 = 6

                                                      5

-  O resultado do exame final só será divulgado depois de o aluno fazer as provas em todas as disciplinas nas quais está em exame.

 

XVI - REUNIÃO ENTRE PAIS E MESTRES

      A reunião entre pais e mestres compartilha os interesses dos participantes, concretiza o trabalho conjunto entre a escola e a família e efetiva o apoio da família aos estudos das crianças; tudo isto para o benefício dos alunos.

      Esteja presente e participe, pois na reunião você poderá:

·       conhecer melhor a escola;

·       acompanhar o aprendizado de seu(sua) filho(a);

·       esclarecer dúvidas de interesse geral;

·       conhecer seu(sua)  filho(a) a partir de um novo ponto de vista, como estudante.

 

      No início do ano promovemos uma reunião geral entre mestres e pais dos alunos de cada série, além da Coordenação e Direção. Nesse encontro são apresentadas as regras da escola e a dinâmica da série.

      As demais reuniões são bimestrais e podem ocorrer de duas maneiras:

 

Reunião individual: Cada responsável é atendido individualmente pela professora, que mostra os avanços da criança e os pontos que devem ser aprimorados. Nesta reunião é entregue aos pais a ficha avaliativa; para a sua apreciação, seu conhecimento e para que tire dúvidas sobre os conteúdos com as professoras. São entregues o boletim e as avaliações.  A ficha avaliativa é arquivada na escola, como documento.

 

Reunião coletiva: São abordados, coletivamente, temas que podem ser solicitados pelos pais ou ainda temas que o professor percebe necessidade de trabalhar junto ao grupo de pais. Usam-se, nesta reunião, estratégias diversificadas, como dinâmicas, leituras, reflexões e trabalhos em grupo. Também são entregues aos pais a ficha de avaliação, o boletim e as avaliações. Lembramos que a ficha avaliativa deve ficar na escola, como nas reuniões individuais.

 

XVII - ANIVERSÁRIOS

 

        A fim de não estabelecer preferências e porque é inviável a presença do professor às festas de aniversário de todos os alunos, chegamos ao consenso de que nossa equipe não frequentará festas de aniversário (esta decisão é explicada à turma pela professora) e também não comemoramos os aniversários com festas, aqui na escola. De todo modo, a escola faz questão de valorizar os dias de nascimento das crianças, que nunca deixam de ser lembrados, dentro da rotina da sala de aula.

        Só é permitida a distribuição de convites para as festas de aniversário, na escola, se todos os alunos da turma estiverem convidados, basta uma criança não estar na lista para que este obséquio não seja concedido, então os convites deverão ser feitos em outro local e outra ocasião. Essa regra vale também para familiares e alunos de outras turmas, da mesma maneira, os alunos não poderão ser abordados individualmente para serem convidados.

        Os funcionários da escola não estão autorizados a entregar convites no portão.

 

XVIII – AUDITÓRIO

 

      Espaço da Escola Máxima reservado para o acolhimento de eventos culturais (canto coral, teatro, formatura, palestras e outros). A utilização desse espaço requer respeito, cuidado e preservação. Não são permitidos alimentos e bebidas no local.

 

 

XIX – EDUCAÇÃO INCLUSIVA

 

                A escola atende aos alunos com necessidades educacionais especiais, conforme a dificuldade de cada um. Os professores e a equipe pedagógica são orientados pelo setor de Psicologia da escola, que se mantém em contato com os especialistas que atendem aos alunos. Este atendimento especial só será possível após a entrega de um laudo médico pela família, que será analisado pela psicóloga escolar, então é estabelecido um contrato entre a família e a escola.

 

XX – ATENDIMENTO PSICOLÓGICO

 

         A psicóloga escolar desenvolve atividades direcionadas junto aos alunos, professores e funcionários e atua cooperando com o trabalho da direção, da coordenação pedagógica, da orientação educacional, de familiares e profissionais que acompanham os alunos fora do ambiente escolar (terapeutas, neurologistas, psicopedagogos, fonoaudiólogos, outros). Esse atendimento pode ser encaminhado pelo professor, pela coordenação ou pode ser solicitado espontaneamente pelos pais.

 

XXI - ATIVIDADES CULTURAIS

 

       Ao longo do ano, promovemos algumas atividades preparadas para que todos os alunos tenham a oportunidade de participar, interagindo com os colegas e o corpo docente, desenvolvendo e aprimorando algumas habilidades e suas relações.

Festa à fantasia (valorização da cultura nacional, baile de salão ao qual as crianças comparecem fantasiadas);

Semana Literária (Feira de Livros, Contação de História e Sarau de poesias);

Festa Junina da Solidariedade (evento realizado para ajudar instituições beneficentes);

Gincana Escolar (atividade esportiva realizada para comemorar o Dias das Crianças);

Feira da Pechincha (atividade de compra e venda, para o exercício do estudo sobre o Sistema Monetário Brasileiro);

Exposição (apresentação de estudo realizado durante o ano, em algumas disciplinas);

Semana do Dia das Mães e dos Pais (apresentações das crianças à família, para comemorar essas datas);

Semana da Criança (semana de fechamento do semestre ou em comemoração pelo Dia das Crianças; há o dia do brinquedo, brincadeiras diversificadas, teatro e lanche livre). 

 

 

XXII - SEJA PARCEIRO DA ESCOLA!

 

O que os pais podem fazer para potencializar o trabalho desenvolvido pela escola?

 

- Acompanhar, diariamente, as tarefas, mas nunca dando respostas prontas ou fazendo-as pela criança, deixando que o aluno elabore suas hipóteses pessoais de escrita, não se preocupando em corrigir no primeiro momento; informar a escrita correta de palavras somente quando for solicitada.

-  Envolver a criança em atos de leitura e escrita, em situações comunicativas reais: no registro de uma carta, bilhete, fax ou e-mail a alguém querido, na elaboração de uma lista de compras, no endereçamento dos convites de festas de aniversário etc.

-  Valorizar o empenho da criança na escrita e na leitura, estimulando-a a continuar investindo nesta aprendizagem.

-  Ajudar a criança para que tenha responsabilidade com seus pertences e horários.

-  Valores não se transmitem por via genética. Vivenciar normas e limites é fundamental para a construção de valores, por isto é tão importante levá-los em conta na educação dos filhos. Em alguns momentos, a frustração é necessária (dizer “não”).

-  Desenvolver a autonomia na criança, deixando-a realizar pequenas tarefas sozinha, como: vestir-se, calçar-se, arrumar seu próprio lanche, tomar banho, organizar seus  brinquedos etc. 

 

ATENÇÃO

 

     É importante que pais e alunos tomem conhecimento das regras e combinados expressos neste manual, o trabalho conjunto entre a família e a escola é fundamental para o bom desempenho do aluno.

     Quando for necessário, a coordenação entrará em contato com os pais ou responsáveis, por telefone ou solicitando suas presenças na escola.

      A escola procura resolver os conflitos que possam surgir entre as crianças por meio do diálogo, conversas diretas com os alunos ou mesmo com a ajuda dos pais.

     Os pais têm acesso à direção e à coordenação desde que seja agendado (por telefone ou pessoalmente) um horário para o atendimento, este agendamento é fundamental para a organização eficiente de nossa atenção aos pais, considerando que a direção e a coordenação acompanham os desenvolvimentos dos alunos, das aulas, as atividades e o planejamento junto aos professores.

     É necessário garantir uma relação de cooperação entre a família e a escola, para o sucesso de uma aprendizagem qualitativa do aluno. Estamos à disposição para desenvolvermos juntos um ano proveitoso.

             Desejamos a todos um 2017 repleto de conquistas e novos conhecimentos!

 

 

Direção

Nenhuma imagem cadastrada.