(67) 3326 - 6081

A estrutura do Pensamento como base para aprendizagem, por Daniela Zamboni Guimarães


     Esse é o título da palestra ministrada ao corpo docente de nossa escola por Daniela Zamboni Guimarães, profissional credenciada e licenciada pelo Feuerstein Institute, de Jerusalém (Israel), para a aplicação da Avaliação da Modificabilidade Cognitiva.

     No dia 18 de Agosto, todas as equipes da Escola Máxima foram instigadas por propostas como: A inteligência é fixa? Qual o papel da estrutura do pensamento na aprendizagem?

    A Modificabilidade Cognitiva (e sua avaliação), desenvolvida por Reuven Feuerstein, é utilizada atualmente em mais de 20 países (França, Bélgica, Inglaterra, Itália, Estados Unidos, Coreia do Sul, Japão, Austrália e Israel) e permite o acesso ao “sistema operacional" do indivíduo, identificando o caminho que o processo do pensamento utiliza para a obtenção da noção clara de quais funções cognitivas são presentes em diferentes fases do ato mental. Analisam-se as operações mentais até que se aponte se há funções ineficientes, latentes ou não desenvolvidas.

    Reuven Feuerstein nasceu na Romênia em uma família judia. Psicólogo, estudou a inteligência e o conhecimento, fez sua formação na Universidade de Genebra, onde tomou contato com o trabalho de Lev Vygotsky. Além de desenvolver teorias sobre o aprendizado, Feuerstein desenvolveu práticas para o ensino de crianças sobreviventes dos campos de concentração e do genocídio judeu promovidos pelo Estado Nazista. Foi orientando e aluno de Jean William Piaget. Feuerstein morreu aos 92 anos, em 2014, em Jerusalém.